quinta-feira, 29 de outubro de 2009

A hora do coração


por Maria Carolina Medeiros

Quando se sabe, ao certo, que amamos alguém?
Pode ser quando faz tanta, mas tanta falta, que chega a doer no peito.
Pode ser quando quer tanto bem que, por muitos momentos, pensa no outro em primeiro lugar.
Pode ser quando gosta tanto da companhia que qualquer lugar fica incompleto quando não se está junto.
Pode ser porque tem vontade de contar as novidades, mas compartilha da mesmice com o mesmo interesse.
Pode ser porque o grude não enjoa, só faz aumentar.
Pode ser porque a admiração e o respeito fortalecem.
Pode ser quando tudo muda, o mundo muda, muda o modo de enxergar a vida, e não muda o amor.
Pode ser quando provoca o riso, e até quando acaba em choro.
Pode ser porque existem milhões de alternativas, mas faz-se a mesma opção todos os dias.
Pode ser porque esse encontro é raro, e porque o amor está tão claro...
Pode ser simplesmente porque amor a gente sente, e só.
Há tão pouco tempo, mas tanto.

Todos querem ser amados. Mas amar verdadeiramente é que é dádiva.

4 comentários:

Lucia Krebs disse...

Estavas inspirada, hein????? Isso tudo é amor???
Muito bom o texto! Gosto de ler teus artigos.Me fazem bem! Sao simples, como a vida pode ser...

Fifi disse...

Adoro seus textos tb... faço minhas as palavras da Lucia.
Esse, realmente, a inspiração só pode ter vindo desse seu "novo" amor (pq p/ mim é novo né, rs).
Bjs!

Raphael disse...

o melhor texto de todos hehehe
Te amo!
Bjs
Raphael Leta

Raphael disse...
Este comentário foi removido pelo autor.