terça-feira, 14 de outubro de 2008

Na varanda

14.10.08 - por Carol Medeiros
Sentada na varanda de casa, vendo um pôr do sol bonito como há tempos não via, pensou na sua vida.

Era outubro e o ano estava perto de terminar, embora isso não lhe dissesse muita coisa. Não era adepta do que chamava de “prazo para ser feliz”. Quem quer emagrecer não espera até a segunda-feira seguinte pra começar uma dieta. Quem quer aprender uma nova língua, idem. O que muda de 31 de dezembro pra 1º de janeiro também pode mudar de 14 pra 15 de outubro, ora essa. Mas quando as coisas não funcionam como o planejado, a culpa é do tempo, sempre ele.

Para ela, o tempo era aliado, e não vilão. Vinha sendo extremamente generoso até ali. Além de ter se tornado ainda mais bonita depois de adulta, percebia nitidamente seu amadurecimento, pessoal e profissional. Ou a grana da terapia estava valendo a pena, pensou.

Olhando a rua, observava a movimentação dos carros na hora do rush. Via, mas não enxergava, porque nada lhe perturbava naquele momento além do desejo de impedir que o sol “mergulhasse” no mar. Comprovando estatísticas, ficava meio pra baixo quando dias chuvosos se seguiam, e queria se assegurar que, não se pondo, o sol estaria de volta no dia seguinte.

Mesmo com todo aquele movimento de carros, mesmo com a beleza angustiante do pôr do sol, sentia-se tranqüila de um jeito que há muito não acontecia. Seria hipocrisia consigo dizer que estava em paz novamente. Não era verdade, mas aquela sensação estava tão ausente de sua vida que quase podia ser chamada de novidade.

E diante da tranqüilidade que a revisitava, pensou que ninguém sabe definir felicidade. Momentos felizes? Realização profissional e pessoal? Utopia? Já não buscava respostas. Gostava quando seu pai dizia que “ser feliz é não ser infeliz”. Fazia total sentido para ela. Muitas vezes, não sabia ao certo o que queria, mas era capaz de dizer, sem hesitar, o que não lhe servia.

O sol, enfim, se pôs. Não pôde impedir, como também não podia controlar o tempo. Presumidamente, as pessoas voltavam para suas casas e o número de carros na rua já era menor. Não podia, de fato, definir felicidade. Mas podia reconhecer quando ela lhe acenava.

8 comentários:

Thaísa Melo disse...

Meu Deus....tá demais hein....
Se superando a cada texto....mais uma vez PARABÉNS!
Beijos querida

Bruno Amaral de Oliveira Rodrigues disse...

Voltando pra casa, depois de uma noitada, minha vida passava pela janela. Jonh Mayer e Diana Krall duelavam no mp3, enquanto eu, observava como em um clipe dezenas de momentos da minha vida que, personificados, insistiam em forçar o para-brisa. Os momentos felizes eram os mais agressivos e, graças a Deus, a maioria. Os tristes espreitavam, olhavam de rabo de olho de uma forma que não sei explicar. Talvez, imagino eu, me culpavam por carregar tal fardo.

De repente, a frase: "Welcome to the real..." Entrava mais uma faixa do John Mayer. Eu olhei pro lado, Lagoa. Pro outro, Monte Líbano. Os momentos haviam "desabrotado" como mágica.

Sobrabaram apenas sensações e a certeza de que a felicidade é você quem faz. O resto, bom, o resto é o resto.


Obs: Nossa Carol, esse seu texto me deixou inspirado!! Esse meu spin-off do seu saiu de bate-pronto e acho que vai render pelo menos um perfil, rs!!

Gabriel disse...

Muito bom!!!O sol bateu mais cedo em minha porta!
Beijossss

SAM disse...

Carol,


Sou lerda mesmo rsrs. Recebia email e via Vinho com Batata e nem sacava.

Bom, mas vim ver pela manhã! Não tomei o vinho e muito menos a batata ( engorda!). Mas vim sorver este espaço lindo que você criou. Amei seu texto! E vou dar umas voltas por aqui no seu blog, que está show! E não te perco mais!


Beijos, querida!

Remo Saraiva disse...

Possivelmente, reconhecer a felicidade quando ela lhe acena é o que basta!
Texto lindo, parceira!!
Rebeca te apertaria até quebrar a espinha!! rsrs
Grande beijo,
Rômulo/Remo.

Teté disse...

Amiga!! Amei!!!
Beijos!!!

Priscilla Palladino disse...

Como se já não fosse bom ouvir seus conselhos....ter o presente de estar sempre lendo esses textos é maravilhoso!
Cada x mais sucesso para vc!

Daniel disse...

Great text once again. I am going to post a link to your blog in my www.clseducation.com

Kisses!