quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

Porque preciso agradecer

Eu adoro retrospectivas. Não sei bem porquê, não é questão de nostalgia. Eu gosto e pronto.

Na vida, a maioria das pessoas tende a lembrar mais das coisas ruins que aconteceram num ano, do que das coisas boas. E quando se lembram das coisas boas, é porque foram fatos realmente marcantes, como um casamento, o nascimento de um filho etc. Raramente, ao fazermos uma retrospectiva da nossa vida, valorizamos o que é aparentemente trivial, mas fundamental para a felicidade do ser humano.

Dar valor a ter passado mais um ano vivo. E com saúde.
Agradecer a Deus por ter comida à mesa todos os dias.
Por ter um lar e cobertas para proteger do frio.
Por ter os pais vivos e próximos.
Por chegar em casa e ser recebido por uma montanha de pelos, o melhor amigo do homem.
Por ter amigos, poucos e bons.
Por ter estudado, por ter uma profissão.
Por saber ler! Quantos não sabem?
Por ter força física para praticar exercícios.
E força mental para suportar quando as coisas não dão certo.
Por ter paciência, no trânsito e na vida.
Agradecer por acreditar em algo maior, independente de religião. Por crer que a vida não é só isso.
Por ter paz de espírito, ou estar em busca disso.
Tenho tantas coisas pra agradecer que certamente não me lembro de todas.

Às pequenas grandes coisas da vida, um brinde!

Feliz 2011!

Um comentário:

Amaral disse...

Além de tudo, agradecer os amigos e a nossa boa saúde! Sempre, sempre!